segunda-feira, 23 de agosto de 2010

GOOGLE TV NO OUTONO

Google espera entrar no mercado televisivo nos EUA nos próximos meses. Conta com as parcerias de outras três grandes empresas para lançar a Google TV e espera revolucionar a forma de ver televisão.
Três grandes empresas trabalham com a Google para a criação de um produto que, apesar de não ser inovador, ainda não conseguiu ter sucesso: uma televisão com total acesso à Internet. Aliada à Sony, Intel e Logitech, a empresa gigante da Internet espera que este projecto se torne uma realidade nos EUA já durante o próximo outono.

"A Google TV é uma nova plataforma que, acreditamos, irá mudar o futuro da televisão". Foi assim que Rishi Chandra, o director de produtos da Google, referiu as expectativas.
Irá funcionar através do istema operativo Android, o mesmo usado nos telemóveis da marca, e será incorporado numa primeira fase nas televisões e leitores de Blu-ray da Sony.
O MERCADO DA GOOGLE TV
O director de produtos explica o que o público espera encontrar. "O tempo médio de um americano em frente à televisão é de 5 horas por dia. Hoje em dia, as pessoas veem mais televisão do que viam no passado. Em todo o mundo, cerca de 4 mil milhões de pessoas veem TV, o que não se compara aos outros grandes mercados, como o dos telemóveis, com quase 2 mil milhões de utilizadores e o dos computadores com mil milhões". Mostrando assim que ainda "não há nenhum meio de comunicação que chegue a um público tão vasto e diversificado como a TV. "
"No entanto, a televisão, ao contrário dos outros meios de comunicação, não sofreu alterações. Basicamente mantém o mesmo formato de há anos para cá, mas as nossas formas de entertenimento têm chegado mais frequentemente pela Internet" que entretanto mudou por completo a forma de usar o computador, assim como alterou o simples telefone móvel para o sofisticado smartphone.
Mas a sua influência na televisão não tem sido tão eficaz. E é aí que entra a Google TV. Conta Rishi Chandra que "queremos aproveitar o que a Net tem de melhor e o que a TV tem de melhor. Hoje em dia, as pessoas estão em frente ao maior ecrã lá de casa e têm de optar por ver nesse mesmo ecrã o que está a dar na televisão ou aceder à Internet. E 90% das pessoas optam pela televisão, porque é aquilo a que estão habituadas".
No final da apresentação do novo produto, a Google deixou os quatro pontos que irão mudar a forma de ver televisão:
1.Menos tempo a procurar, mais tempo a ver

2.Controlar e personalizar os nossos programas
3.Tornar o conteúdo televisivo mais interessante
4.Transformar a televisão em muito mais que uma televisão
Dificuldades para encontrar parceiros
O investimento da publicidade televisiva nos EUA anda a rondar os 70 mil milhões de dólares por ano. Estes valores, aliados à entrada da Google neste mercado parece ser uma receita de sucesso.
No entanto, após reuniões com as grandes cadeias americanas, ABC, CBS, NBC e Fox para a colaboração com a Google TV, as parcerias poderão não acontecer. Isto porque as estações olham para este projecto como uma ameaça ao seu negócio, ao trazer o que a internet disponibiliza, como os vídeos do YouTube, para a televisão.
Anthony Soohoo, vice-presidente da CBS, explicou que a sua empresa está interessada "em trabalhar com parceiros que valorizem os nossos produtos. Se nos associarmos, a nossa oferta vai aparecer no meio de conteúdos pirateados".
Contudo, mostrou receptividade, anunciando que "temos de compreender o modelo de negócios da Google e o modo de se relacionar com a CBS".
O QUE PODE ESPERAR DA GOOGLE TV, VEJA O VIDEO EM BAIXO

Também pode gostar de:

OUTRAS INFORMAÇÕES

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pagina Inicial

Make Money

Ocorreu um erro neste dispositivo